top of page
  • Foto do escritorVictória Conceição

Cold Calling 2.0: a experiência de uma prospecção modernizada



Uma coisa é certa: não adianta querer modernizar a sua empresa e continuar pensando de forma antiquada. Isso é óbvio. Para fazer um negócio alavancar, é necessário acompanhar as atualizações do mercado e se adaptar a elas.


Desenvolver uma marca moderna também envolve adotar novos e renovar antigos métodos de trabalho para alcançar seu público. Dentre tantas visões de negócio, faz parte da dinâmica de uma empresa melhorar técnicas que já existem.


Foi assim que o empresário especialista em vendas e autor do sucesso Receita Previsível, Aaron Ross, pensando em aumentar a receita da SalesForce, transformou o Cold Calling tradicional numa abordagem mais sofisticada e personalizada com maior poder de conversão, o Cold Calling 2.0.



O que é Cold Calling 2.0?


Cold Calling 2.0 é uma maneira mais inteligente de entrar em contato com possíveis clientes por telefone, um aprimoramento do seu antecessor Cold Calling (Ligação Fria).


Enquanto o cold calling convencional envolve contatar potenciais clientes sem qualquer conhecimento prévio ou relação, o cold calling 2.0 utiliza roteiros instruídos e novas tecnologias para tornar as ligações mais eficazes.


O cold calling 2.0 incorpora o uso de dados e informações disponíveis online para segmentar melhor os clientes e personalizar as ligações de acordo com as necessidades e interesses específicos. Além disso, são utilizadas ferramentas de automação CRM (Customer Relationship Management) para agendar e acompanhar as interações dos clientes.


Essa abordagem mais refinada do cold calling visa aumentar as chances de sucesso, permitindo que os vendedores entrem em contato com as pessoas certas, no momento certo, e forneçam informações que, de fato, façam a diferença.


Se antigamente o costume era ligar para uma lista de sujeitos sem antes haver nenhum tipo de conexão, atualmente, a chave é pavimentar o caminho, se fazer conhecido e criar um nível de acessibilidade com o consumidor capaz de gerar mais aceitação em situações que comumente são consideradas pessoais, como uma ligação por voz.

Fazer ligações ainda é válido mesmo com a existência do WhatsApp e E-mail?


Sim. Ligar para as pessoas ainda é uma tática eficaz de negócio, embora o e-mail e o WhatsApp sejam canais populares de comunicação. O contato por telefone possui algumas vantagens distintas que podem torná-lo uma opção valiosa para a prospecção de clientes: interatividade e conexão pessoal, feedback instantâneo e rapidez e agilidade.


O contato telefônico permite uma interação mais direta e pessoal com o prospecto, proporcionando uma conexão mais imediata e humanizada. É possível transmitir emoções que geram mais impacto como entusiasmo, empatia e personalidade por meio da voz, o que pode facilitar o estabelecimento de confiança e relacionamento com o cliente em potencial.


Vale ressaltar que, durante uma ligação telefônica, os feedbacks são imediatos, o que poupa muito tempo da pessoa que está fazendo a prospecção. É possível avaliar suas reações, esclarecer dúvidas, abordar objeções em tempo real e adaptar a abordagem de vendas de acordo com as respostas recebidas.


Uma ligação telefônica pode ser uma forma rápida e ágil de estabelecer contato com o prospecto e iniciar uma conversa em tempo real. Isso pode ser especialmente útil em situações em que a resposta imediata é necessária ou quando a comunicação por e-mail é lenta.


Cold Calling 2.0 é um componente da prospecção


Mesmo o cold calling 2.0 sendo uma parte indispensável da prospecção, lembre-se que não é a única. É importante reconhecer a técnica como parte de um todo.


Ademais, as preferências de comunicação com o cliente em potencial também precisam ser respeitadas. Algumas pessoas podem preferir o contato por email ou whatsapp, enquanto outras podem estar abertas a ligações telefônicas. É fundamental adaptar sua estratégia de prospecção com base nas preferências e necessidades individuais de cada prospecto, utilizando a combinação de canais que melhor se adequa a cada caso.


Não se feche apenas ao cold calling 2.0, aprenda a utilizar todas as ferramentas ao seu favor!


A satisfação do cliente


Aaron Ross acertou em cheio na perspectiva que teve ao readequar o cold calling para os dias de hoje, pois a construção de um relacionamento pré-abordagem telefônica, além de gerar confiança no prospecto, também faz com que o contato se pareça menos uma “importunação” e mais com um diálogo otimista com alguém que pode auxiliar o prospecto naquilo que é importante para ele: seu negócio.


Além de todo o resultado que o cold calling 2.0 é capaz de gerar, ele se torna uma abordagem completa ao se importar com a satisfação do cliente, já que a prática é essencial para o sucesso de qualquer empresa. Quando uma marca valoriza a experiência e as necessidades dos seus clientes, ela pode colher uma série de benefícios como fidelização de clientes, reputação positiva, vantagem competitiva, entre outros.


Posts recentes

Ver tudo

1 comentario

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
Invitado
29 may 2023
Obtuvo 5 de 5 estrellas.

Visão avançada, é o fim das ligações de callcenters

Me gusta
bottom of page